INE (Metodologia SESPROS): Transferências, pecuniárias ou em espécie, com ou sem condições de recursos, às famílias ou particulares, efectuadas pelos regimes de protecção social e destinados a atenuar o encargo que representa para os beneficiários a protecção contra um certo número de riscos ou necessidades.

Link para glossário do INE

INE (Direcção-Geral de Acção Social (DGAS) Instituto de Gestão Financeira da Segurança Social (IGFSS) : Prestações pecuniárias ou em espécie atribuídas pelos regimes de Segurança Social ou pela entidade empregadora, respectivamente, aos seus beneficiários ou trabalhadores, quer estejam ou não no activo e quer se destinem ao próprio ou a seus familiares.

Link para glossário do INE 

INSEE: as prestações sociais (ou transferências sociais, pecuniárias ou em espécie) são dirigidas a indivíduos ou famílias com o propósito de reduzir a carga financeira que acarreta a protecção contra diversos riscos. Estas prestações estão associadas a seis grandes categorias de riscos: 1) velhice e sobrevivência (pensões de reforma, de dependência, etc.); 2) saúde (dependência total ou parcial devido a doença; invalidez; acidentes de trabalho; doenças profissionais); 3) maternidade / família (prestações ligadas à maternidade; contribuições familiares; ajuda à educação e cuidado com as crianças); 4) desemprego (indemnizações; apoios à inserção ou reinserção profissional); 5) dificuldades de habitação (apoios à habitação); 6) pobreza e exclusão social (rendimentos mínimos de inserção).

Link para glossário do INSEE

image_print