"Desigualdades Sociais. Portugal e a Europa", de Renato Miguel do Carmo, João Sebastião, Joana Azevedo, Susana da Cruz Martins e António Firmino da Costa (Orgs.)

  Carmo, Renato Miguel do, João Sebastião, Joana Azevedo, Susana da Cruz Martins e António Firmino da Costa (Orgs.) (2018), Desigualdades Sociais. Portugal e a Europa, Lisboa, Editora Mundos Sociais. Resumo: O nosso país persiste numa desigualdade estrutural que tende, na maior parte dos casos, a ser identificada a partir da variável rendimento por via dos…

INE publica dados sobre pobreza: população em risco de pobreza ou exclusão social diminuiu para 25,1% em 2016

O Instituto Nacional de Estatística publicou recentemente os resultados oficiais do Inquérito às Condições de Vida e Rendimento (EU-SILC). Em Portugal, em 2015, o número de pessoas em risco de pobreza diminuiu relativamente ao ano anterior (menos 0,5 p.p., situando agora em 19%). Contudo, registou-se um aumento do risco de pobreza entre o grupo etário…

Disparidade salarial entre homens e mulheres

Em Portugal, as mulheres ganham, em média, menos 16,3% que os homens. A disparidade salarial entre homens e mulheres (Gender Pay Gap) na União Europeia a 28 registava, em 2017, o valor de 16% – o que significa que as mulheres ganharam, em média, 84 cêntimos por cada 1 euro ganho por um homem.  …

[Novo OD Working Paper] Desigualdades ocupacionais na dimensão relacional do trabalho, da autoria de Margarida M. Barroso

Encontra-se já disponível online o novo Observatório das Desigualdades e-Working Paper:  OD e-WP N.º 1/2016 | ISSN: 2183-4199 Desigualdades ocupacionais na dimensão relacional do trabalho, da autoria de Margarida M. Barroso Resumo: Neste artigo, analisamos o efeito da variável ocupação na dimensão relacional do trabalho. Com base em dados do Inquérito Europeu às Condições de Trabalho, propomos uma análise…